terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Engraçado ouvir a opinião da minha mãe sobre meus trabalhos, porque ela toma o maior cuidado, mas, mesmo assim, dá uns toques mágicos, e a gente percebe o quanto ela enxerga bem os recados das obras. Papo de artista mesmo, aquele traço assim, aquele movimento assado, a composição... Muito sensível para olhar e também muito gente fina por me deixar saber suas opiniões! Vou guardar aqui com carinho. Obrigada, mamãe!
Olha só, vou tentar reproduzir o que ela falou:
A morte dos sonhos: "Eu gosto, principalmente pelo que houve na época... então ficou bem enterrado ali, resolvido."
A luta pelo amor: "Gosto dele. É forte. Com a luta, voou caco pra todo lado."
Delicado Equilíbrio I e Delicado Equilíbrio II: "Ah, tá. Você pintou por cima? Parabéns pela coragem! Tem de fazer isso mesmo! Estava lembrando que já tinha visto essa composição, mas aí achei que você não estava crescendo! Agora entendi. Aquele caule passando atrás das flores vermelhas é tão delicado! Você devia desenhar mais de observação...".
Abuso I e Abuso!!!: "Olha só o salto que você deu de um para o outro! O Abuso!!! você teve mais coragem, enriqueceu ele com informações de cores e de elementos como os espermatozóides e as outras foices... Deu um salto na violência do quadro!"
Dor: "As costas da escultura estão tão bonitas, a posição da figura vista na primeira imagem que a gente vê, o movimento..."

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Iniciando a procura...

Trabalhos de Gisele Rabelo Machado 


Oi! Sou natural de Belo Horizonte/MG e moro em Brasília/DF desde 2007.
Iniciei meu trabalho artístico em 2011, com o professor de desenho e escultura Carlos Wolfgram (http://www.apotropaica.blogspot.com.br/), para tentar entrar para a UnB.
Entrei para o curso de Artes Visuais do Instituto de Artes Visuais da UnB em 2012.
Estou sendo apresentada a diferentes técnicas artísticas, discussões e questionamentos críticos no curso de Artes Visuais da UnB, como era de se esperar. Gosto muito de estar em contado com as cores e a pintura é uma das áreas que me dá mais prazer. Vou caminhando em um percurso mais abstrato do que figurativo. Gostei também de fazer algumas esculturas. 
Os trabalhos abaixo são ainda bem pouco profissionais, são estudos despreocupados. Não sei até onde conseguirei melhorar a expressão e a técnica, mas é uma atividade que me faz muito bem à alma, portanto, sigo o caminho à procura da poética.
        Entre os artistas que amo estão Calder, Weismann, Louise Bourgeois, Anita Malfatti, Marc Chagall, Kandinsky, Van Gogh e, claro, minha mãe e meu irmão, Vilma Rabello (xilogravura) e Celso Machado (desenho e pintura).



Despedida - 2016 (parte de dentro)


Despedida - 2016 (parte de fora) 



Lanças
(guache s/ papel, 42x30, 2016)


Fogo interior
(guache s/ papel, 42x30, 2016)


Liberdade
(guache s/ papel, 42x30, 2016) 


Filhos - 2014







Dor - 2014



Larga essa dor, amor...

(2014)


Tem sol lá fora, amor... 

(2014)


2014 - Abuso!!!




2014 - Abuso 1



Delicado Equilíbrio II

(2014)


Delicado Equilíbrio I

(2014) 





2013 - Expandindo




                                                             2012 - A luta pelo amor


                                      
                                                                  2012 - Bougainville

                         
                                                                  2012 - Flor em Linhas

                                 
                                                                          2012 - Folhas

                                    
                                                                           2012 - Flores




                                                                2012 - Sublimação



                                                                   2012 - Presente



                                                                 2011 - Assassinato Feliz


                                                          2011 - A Morte dos Sonhos