terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Engraçado ouvir a opinião da minha mãe sobre meus trabalhos, porque ela toma o maior cuidado, mas, mesmo assim, dá uns toques mágicos, e a gente percebe o quanto ela enxerga bem os recados das obras. Papo de artista mesmo, aquele traço assim, aquele movimento assado, a composição... Muito sensível para olhar e também muito gente fina por me deixar saber suas opiniões! Vou guardar aqui com carinho. Obrigada, mamãe!
Olha só, vou tentar reproduzir o que ela falou:
A morte dos sonhos: "Eu gosto, principalmente pelo que houve na época... então ficou bem enterrado ali, resolvido."
A luta pelo amor: "Gosto dele. É forte. Com a luta, voou caco pra todo lado."
Delicado Equilíbrio I e Delicado Equilíbrio II: "Ah, tá. Você pintou por cima? Parabéns pela coragem! Tem de fazer isso mesmo! Estava lembrando que já tinha visto essa composição, mas aí achei que você não estava crescendo! Agora entendi. Aquele caule passando atrás das flores vermelhas é tão delicado! Você devia desenhar mais de observação...".
Abuso I e Abuso!!!: "Olha só o salto que você deu de um para o outro! O Abuso!!! você teve mais coragem, enriqueceu ele com informações de cores e de elementos como os espermatozóides e as outras foices... Deu um salto na violência do quadro!"
Dor: "As costas da escultura estão tão bonitas, a posição da figura vista na primeira imagem que a gente vê, o movimento..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário